Página Inicial      Curriculum      Serviços        Publicações       Notícias         Contato         Agenda

Entrevista

Dia das Mães

A ESTE SER QUE É LUZ E DÁ LUZ A UM NOVO SER, QUE A PARTIR  DA CONCEPÇÃO, INICIA UM PROCESSO DE CONSTRUÇÃO E DESENVOLVIMENTO DESTE  NOVO SER, A ESTA MULHER ESPECIAL QUE ATENDE POR NOME DE MÃE, A NOSSA HOMENAGEM.!

 Leia entrevista dada por Claudete de Morais ao jornal Pagina 3 09/05/09

“ESSE É O NOSSO PAPEL CONDUZI-LOS PARA O VÔO.”

A maternidade costuma ser pintada de rosa, mas para quem já vivenciou o processo sabe que nem tudo são flores. A começar pela revolução hormonal e mudanças físicas e psicológicas, a ponto de muitas mulheres afirmarem que se "desconhecem" quando estão grávidas, de tão profundas e constantes as transformações. Tudo muda, -desde que o embrião começa a se formar-, e a mulher se torna mãe para sempre. Cada fase do filho, da gestação à adolescência, e até na vida adulta, tem suas belezas, mas também suas dificuldades. O auto-conhecimento, na opinião da psicóloga e psicanalista Claudete de Morais, é o melhor caminho para superar os obstáculos da função, já que não existe escola de pais. "O ideal é se preparar para ser mãe, primeiro conseguir virar mulher. Mas sabemos que nem sempre isso acontece, há muitas mães que ainda não deixaram seu papel de filhas para trás. Acredito muito que todos devem se preocupar em se conhecer, para então criar filhos sadios". Confira as outras observações na entrevista abaixo.
JP3 - Como encontrar o meio termo nos cuidados com os filhos?
Claudete
- Quando a mãe não está madura, é comum que apareçam depressões, medos, preocupações excessivas... O erro acontece tanto na super proteção quanto no abandono, e ambos são prejudiciais, porque não permitem o indivíduo crescer e vão levá-lo a uma situação de dependência, cheio de limitações, sofrido. As pessoas começam a fazer críticas a seus pais, ao modelo de criação, mas não percebem que repetem o comportamento.

Nós somos resultados do que o pai falou, a mãe falou, as pessoas próximas, mas precisamos começar a perceber o que é realmente importante para nós, para desenvolvermos o nosso modelo ideal, para que os filhos não sejam um projeto de realização dos desejos nem sejam castrados pelos nossos medos. O ideal é se encontrar.

 
 

 

 

 

 

JP3 - Como saber que está no caminho certo?
Claudete
- A gente acerta como mãe e pai quando quer que o filho cresça, quando o incentivamos a andar com as próprias pernas, sem precisar tanto de bengalas, quando aprendemos a amar, aceitar o outro como ele é, e deixamos ele voar. Existe na natureza uma ave que faz seu ninho em lugares altíssimos e quando percebe que o filhote está apto, o empurra para o vôo. Esse é nosso papel, não é conduzi-lo, nem mantê-lo no ninho o máximo que pudermos, é ensiná-los a voar sozinhos.
JP3 - Existem formas de facilitar esse processo em nós mesmos?
Claudete
- Se estamos de bem com a gente mesmo fica mais fácil o diálogo, falar com transparência, abertura, também sobre nossos medos e dificuldades, por que não? Não temos compromisso de acertar sempre, mas precisamos aprender com nossos erros.
JP3 - Como ser uma boa mãe, sendo também dona de casa, trabalhando fora, cuidando de si...o tempo não fica curto? É possível?
Claudete
- É preciso criar prioridades e dedicar um tempo específico à relação mãe e filho. Não precisa ser um grande tempo, desde que tenha qualidade. Quando você
entra numa loja e a vendedora te atende em cinco minutos, mas olhando no teu olho, conversando com você, te dando atenção, você fica satisfeita. É diferente dela te atender sem interesse, pensando em outra coisa, não te olhando direito. É assim com os filhos, desde que você esteja ali presente e converse abertamente ele vai entender se você só puder ficar dez minutos. Ou cinco, ou meia hora, o importante é que na hora de ficar junto esteja realmente junto. Também é preciso verbalizar o amor, expressar o que sente, é preciso a troca de carinho, e o respeito.

 

Fonte:

BERNARDONE, Lair. Esse é o nosso papel conduzí-los para o voo. Página 3, Balneário Camboriú, 10 mai. 2009. Suplemento, p.3.

 

[Página Inicial] [Curriculum] [Serviços] [Publicações] [Notícias] [Contato] [Eventos]

Claudete de Morais - Psicoterapia - Psicanálise - Hipnoterapia | Criado por Inova index